Dicas de saúde

Câncer de próstata – importância da detecção precoce

1. O que é Próstata?

Próstata é uma glândula presente exclusivamente nos homens, localizada logo abaixo da bexiga. Tem a função de produzir e excretar um dos componentes do sêmen.


2. O que é o Câncer de Próstata?

Câncer de Próstata é a multiplicação descontrolada de algumas células da próstata. Estas, quando dotadas de alterações genéticas específicas, podem se espalhar pelo corpo em um processo que chamamos de metástase. 


3. O Câncer de Próstata tem cura?

Sim, principalmente quando diagnosticado e tratado em seus estágios iniciais. Nestas situações, temos chance de cura de até 90%.


4. Quais os sintomas do Câncer de Próstata?

O Câncer de Próstata geralmente não apresenta sintomas em suas fases iniciais, ou seja: esperar ter sintomas para procurar o urologista não é uma boa estratégia. Quando os sintomas aparecem, eles costumam ser diminuição da força do jato de urina, vontade de urinar com freqüência (principalmente à noite), ardência ao urinar, impotência, presença de sangue no sêmen e dores ósseas.


5. Qual a melhor estratégia para vencer o Câncer de Próstata?

A melhor estratégia é a detecção precoce. Só assim podemos aumentar as chances de cura e diminuir as taxas de possíveis seqüelas do tratamento.


6. Como realizar a detecção precoce do Câncer de Próstata?

A melhor forma é visitar seu Urologista ao menos uma vez por ano, iniciando aos 40 anos caso você seja afro-descendente ou tenha parente em primeiro grau (pai ou irmão) com diagnóstico de Câncer de Próstata. Os demais homens podem iniciar aos 45 anos. Durante a consulta, o Urologista irá se basear no exame físico com toque retal e na dosagem sanguínea do PSA para decidir se deve ou não realizar uma biópsia de próstata.


7. O toque retal é mesmo necessário?

Sim, pois até 18% dos Cânceres de Próstata são suspeitados apenas pela alteração em toque retal. É um exame um pouco desconfortável, mas trata-se de um esforço mínimo perante os benefícios que é capaz de trazer.


#IGM #especialistaemvoce #prevencao #cancerdeprostata